Budapeste tem muitos encantos. E um deles é a possibilidade de se aproveitar os maravilhosos banhos termais de fácil acesso a todos os visitantes da cidade! É um luxo só! As termas da capital da Hungria, assim como em várias outras cidades da Europa e do Mar Mediterrâneo, são como os nossos clubes, com a diferença de que a maioria aceita visitantes ocasionais – é só pagar a entrada e você vai poder passar o dia aproveitando todas as piscinas do local.

 

Um dos banhos termais mais recomendáveis de Budapeste é o Széchenyi Thermal Bath, em Allatkerti korut, considerado a maior termas medicinal de toda a Europa! Isso porque, além de relaxantes, as águas quentes contêm sais que contribuem no tratamento de doenças inflamatórias das articulações e ajudam no alívio de problemas ortopédicos em geral. Sem falar da pele, que dá aquela renovada e fica super macia!!

 

 

 

E mesmo pros que estão em plena forma, o Széchenyi oferece momentos de lazer e relaxamento maravilhosos! Lá você encontra diversas piscinas de diversos tamanhos, ao ar livre e no interior do prédio, e com temperaturas de água variadas – todas entre o morno e o super quente! Perfeito pra aquecer o coração e lavar a alma!!

 

 

 

 

Londres, na Inglaterra, reserva grandes surpresas pra quem quer se arriscar e conhecer lugares novos e diferentes! Aliás, uma delas é o bairro de Camden Town, na região norte da cidade, que pode ser considerado a capital democrática dos estilos. E todos são bem vindos: hippies, hipsters, intelectuais e patricinhas! A área é ponto de encontro dos rapazes e moças de cabelos espetados e coloridos e reúne gente de todas as idades e gostos, que passeiam animados e misturados pelas ruas da burbulhante Camden – como é conhecida entre os íntimos.

 

Em Camden tudo é arte: vitrines ornamentadas, manequins com adereços góticos, muros grafitados. Até as fachadas das lojas são decoradas com esculturas inusitadas que se penduram nas marquises no alto da cabeça dos passantes, desde botas gigantes, dragões cuspindo fogo, enormes guitarras, até fadas exotéricas.

 

 

O passeio é ótimo! E estourar o orçamento de férias nas barraquinhas espalhadas pelo Camden Lock Market é quase inevitável! São inúmeras lojinhas e quiosques que vendem artigos dos mais variados como roupas, acessórios, objetos de decoração, souveniers – tudo no estilo Camden: cool, alternativo, psicodélico ou, no mínimo, exótico. Vale a pena dar uma passadinha – mesmo que seja rápida – por lá!!!

 

 

Pras novas gerações, Berlin tem se tornado um ícone por sua vida noturna agitada. Com dezenas de opções de bares e casas noturnas, a capital da Alemanha é também o berço de aclamados Djs e um prato cheio pra os que curtem a vida underground e as batidas de música eletrônica nas suas mais variadas vertentes!

 

Mas não é só de tun-ti-tun-ti que vive a cidade. Berlin é também uma aula de história a céu aberto! Basta uma caminhada pelo centro da capital alemã que as informações começam a pipocar diante de seus olhos. Por todo lado, placas, monumentos, fotografias, informativos e homenagens contam a biografia da cidade que foi palco, junto com algumas outras cidades alemães, de alguns dos eventos mais marcantes da história da humanidade – o Holocausto.

 

 

 

E os alemães não se poupam no que diz respeito à essa exposição do passado – está tudo ali, narrado, registrado, descrito pelas ruas da cidade, como uma forma de reconhecer os erros cometidos e mostrar que não se orgulham deste capítulo trágico de sua trajetória. E que devem, portanto, prestar sua homenagem aos que, de alguma forma, vivenciaram este período da história. Instrutivo e muito emocionante. Uma lição pra todas as gerações!

 

 

 

 

 

Para os que querem entender um pouco mais sobre a história de Berlin, vale a pena visitar:

 

Checkpoint CharlieAntigo posto militar entre as “finadas” Alemanha Ocidental e Oriental no período da Guerra Fria. Você encontrará informativos, fotografias e o conhecido Cafe Adler, um ponto de observação dos oficiais aliados e, hoje, um dos marcos turísticos da cidade.

 

 

Memorial do Holocausto – Um conjunto de estruturas de concreto projetado pelo arquiteto Peter Eisenman e pelo engenheiro Buro Happold em homenagem aos judeus vítimas do Holocausto.

 

 

 

Que tal passear pelas diversas – e todas incríveis – praças da cidade? Você pode começar pela Piazza Navona, onde está o edifício da Embaixada Brasileira, e é conhecida por ser rodeada de cafés. Ali você encontra três fontes, sendo a mais famosa a Fontana dei Quattro Fiumi, projetada por Bernini, e que representa os quatro grandes rios do mundo: Ganges, Nilo, Danúbio e Prata.

 

 

Depois dê um pulo na Piazza di Spagna, lindíssima na primavera quando os arredores ficam cheios de flores! E onde tem uma escadaria famosa, a Scalinata Di Spagna, construída em estilo barroco no século XVIII e ponto de encontro de uma multidão de gente. Passe pela Piazza del Popolo e aproveite as inúmeras opções de restaurantes típicos italianos que tem por ali e as apresentações de artistas de rua e descanse na Piazza del Campidoglio, desenhada por Michelangelo.

 

 

Pensa que acabou? Ainda tem a Piazza della Rotonda, que abriga um dos monumentos mais importantes de Roma, o Pantheon, construído no início do século II. O “templo a todos os santos” é considerado a edificação antiga mais bem preservada de Roma e onde está a tumba do pintor Rafael. Preste atenção nas portas de bronze da entrada, originais: cada uma pesa 20 toneladas!

 

 

cadastre-se e receba a nossa newsletter

* = campo obrigatório

Quer viajar conosco?

Entre em contato

Rio de Janeiro
Avenida Nossa Senhora de Copacabana 330
Salas 607 e 608 - Copacabana
Tel: +55 21 3442-3240