Se você acha que fazer uma refeição num restaurante com água correndo pelos seus pés só pode ser uma experiência desagradável, de uma situação de alagamento, você está enganado! Pois no Resort Villa Escudero, nas Filipinas, essa é uma experiência agradabilíssima que todos querem viver. Isso porque o restaurante local, o Labasin Waterfalls Restaurant, fica, de fato, dentro de uma cachoeira.

 

 

labasin-waterfalls-restaurant

Villa-Escudero-with-the-Waterfalls-Restaurant-4

 

 

Logo em frente à queda d’água ficam as mesas de madeira, onde os clientes podem saborear a típica culinária local, sentindo o frescor do vapor d’água e com os pés imersos na corrente que jorra rio abaixo. A cascata é formada por uma represa que abastece uma pequena usina hidrelétrica da província de San Pablo.

 

 

3

waterfall-restaurant-5[2]

artleo.com-6861

 

 

Depois do almoço, os visitantes podem, inclusive, banhar-se nas águas correntes da cachoeira e serem massageados pela queda d’água. Uma vivência realmente deliciosa e, sem dúvida, singular!

 

 

 

Igrejas de rochas com belos afrescos, caverna e  cidades submersas fazem da Capadócia um destino com paisagem única e encantadora. Confira uma lista feita por guias turísticos e cidadões locais dos 10 lugares que são parada obrigatória na famosa terra dos cavalos.

 

1- Voar de balão

Quando se procura Capadócia nos de pesquisa as primeiras imagens que aparecem são dos voo de balão. A sensação de voar num balão é muito suave, e o efeito calmante do voo parece pôr o mundo que ficou embaixo em uma nova perspectiva.

 

1

 

 

2- Ficar num hotel de caverna

A Capadócia possui uma grande quantidade de casas antigas, a maioria delas foi restaurada para funcionar como hotel ou pedra.

 

2

 

 

3- Museu a Céu Aberto de Göreme

O museu onde você pode ver as igrejas mais bem conservadas da cidade, são oito no total. Göreme é uma das cidades mais antigas da Anatólia Central.

 

3

 

4- Cidades Subterrâneas

Na Capadócia existem mais de cem cidades subterrâneas. Graças a natureza macia das rochas vulcânicas, as primeiras civilizações escavaram cidades subterrâneas completas e se refugiavam durante as invasões.

 

4

 

5- Vale Vermelho

É um dos Vales mais espetaculares da região, com diferentes tipos de formação rochosas de várias cores.

 

k1

 

6- Vale do Ihlara

É um cânion de cerca e 14km, as paredes lisas do cânion fazem com que ele seja quase invisível até o momento em que você se encontra sobre ele.

k2

 

7- Passeio a Cavalo

O nome da cidade foi dado pelos peras e era chamada de Katpatukya , que significa “a terra dos cavalos”. Se você vem para a Capadócia não pode deixar de fazer um passeio a cavalo explorando as fascinantes igrejas escavadas nas rochas e das decoradas com afresco do Museu a Céu Aberto.

 

k3

 

8- Testi (cerâmica) Kebab

Os ingredientes deste famoso Kebab são selados em um potinho de cerâmica, cozidos depois no forno ou na brasa, e o pote é colocado na frente do cliente. O toque de metre vem a seguir: o garçom dá leves marteladas em toda a circunferência do pote. Se você for uma pessoa de sorte, e a vai pedir que você dê uma batida num determinado ponto e então, creck! O pote se quebra em dois, de forma que você fique com a tampa na mão e seu Kebab cozido na parte de baixo.

 

k4

 

9- Dervixes Rodopiantes

A cerimônia dos Devixes Rodopiantes é uma forma de limpar o coração humano, uma disciplina de 700 anos que permite que o iniciado sinta a imediata.

 

let60_4657

 

10- Castelo de Uçhisar

Um dos pontos mais importantes da região é a fortaleza da coluna de Uçhisar. Diversas comunidades viveram nessa fortaleza para se proteger de ataques inimigos. Próximo fica o Vale dos Pombos, no local os pombos eram treinados para levar mensagens às cidades da Capadócia Central, sendo essenciais para a comunicação.

 

nhm-2

 

 

A companhia chinesa CRH – China Railway Highspeed, agora realiza uma viagem de cerca de 18 dias que parte de cidade de Yiwu, na província de Zhejiang, na China e termina na cidade de Londres. São cerca de 12 quilômetros passando por 07 países: Casaquistão, Rússia, Bielorrússia, Polônia, Alemanha, Bélgica e França.

 

 

A ideia da companhia é refazer a Rota da Seda, caminho pelo qual foram transportadas inúmeras riquezas entre Mediterrâneo e China. Segundo o jornal Telegraph, já são 39 rotas ligando 12 cidades europeias a 16 cidades chinesas.

 

Foto: STR/AFP/Getty Images

Nagasaki, no Japão, é uma região que possui mais de 500 ilhas em seu entorno, mas uma delas desperta mais a curiosidade de quem navega por aqueles mares. É a Ilha Hashima, um pedaço de terra no meio do oceano pacífico, toda construída com estruturas de concreto: uma verdadeira cidade compactada em uma pequena ilha. Mas o que chama ainda mais atenção é o fato de não se ver uma alma viva no lugar: Hashima virou uma ilha fantasma. 

 

gunkashima

tumblr_mat4q8V7kv1rclebuo1_500

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Isso porque toda a estrutura do local foi construída por volta de 1890, quando a fábrica Mitsubishi comprou a ilha para servir de base para exploração de carvão. Hashima foi, então, ocupada por centenas de homens contratados para executar o serviço de extração do mineral e por seus familiares. Criou-se ali uma comunidade.

 

Durante a década de 60, com o petróleo começando a substituir o carvão como combustível e fonte de energia, as atividades na ilha começaram a desacelerar, até cessarem totalmente em 1974. A partir daí, Hashima foi totalmente evacuada e abandonada. E se tornou a Ilha Fantasma.

 

Hashima

4a8382873b2bc8ff9a6d947fd867819d

59fec0912a30bdc3e12ce6743bc27ba8

cdb7b4eac2837ca35cf132b01ea37dff

 

A partir de 2008, um pequeno trecho da ilha foi reaberto para visitações, conduzidas por guias locais. Um passeio bastante exótico, mas muito interessante do ponto de vista histórico!

 

cadastre-se e receba a nossa newsletter

* = campo obrigatório

Quer viajar conosco?

Entre em contato

Rio de Janeiro
Avenida Nossa Senhora de Copacabana 330
Salas 607 e 608 - Copacabana
Tel: +55 21 3442-3240