O Índice de Percepções da Corrupção é um relatório feito anualmente pela organização alemã Transparência Internacional onde identifica os países onde a corrupção não domina os noticiários. O relatório avalia a reputação dos políticos, a independência do poder judiciário, liberdade de imprensa e a eficiência dos gastos governamentais. Veja agora três países onde esses parâmetros são considerados de alta qualidade pela Transparência Internacional.

 

Dinamarca e Nova Zelândia

Empatados em primeiro lugar no ranking da transparência em 2017, os dois países tem muitos exemplos a seguir. A Dinamarca é considerada um dos países mais felizes do mundo, e reúne reúne cartões-postais como a praça Radhuspladsen, o parque de diversões Tivoli (aberto em 1843) e a Igreja Marmorkirken, do século 18. Já na Nova Zelândia, é um paraíso para quem gosta de belezas naturais, não à toa, a Nova Zelândia emprestou seus cenários grandiosos para os filmes da franquia “Senhor dos Anéis”….

 

Resultado de imagem para nova zelandia

 

Finlândia

Considerado o terceiro país menos corrupto a Finlândia é um país nórdico que fica a Lapônia, terra do Bom Velhinho. Em algumas épocas do ano é possível puxar trenós, se hospedar em hotéis em forma de iglu e admirar as incríveis auroras boreais.

 

Resultado de imagem para finlandia

Toda cidade tem alguns segredos e spots desconhecidos impossíveis de um turista desvendar sozinho. Quando iriamos imaginar que na cobertura da Galeria Lafayette existe uma fazenda orgânica de 1200 metros quadrados?

 

Resultado de imagem para Galeria Lafayette horta urbana

 

Em parceria com a startup Sous les Fraises , especializada em produzir comida orgânica em áreas urbanas, no local é possível encontrar plantações de tomates, morangos, ervas e flores comestíveis. É possível conhecer estes paraísos e ainda fazer uma degustação depois.

 

 

A Galeria Lafayette não é a unica loja que oferece cobertura para fazer horta urbana. A BHV Marais também possui uma fazenda de 400 metros, desenvolvida pela mesma startup.

O clássico musical Mamma Mia estrelado nas telonas por Meryl Streep se passa na encantadora ilha grega Kalokairi mas você sabia que o longo não foi rodado na Grécia?

 

 

Depois da formatura, Donna e outros estudantes saem de bicicleta: cena foi gravada em Whytam, vilarejo de 131 habitantes a 1h30 de Londres

 
Após 10 anos do primeiro sucesso nos cinemas, a sequencia estreou no mês de Agosto. O enredo trata da inaguração do Hotel Bella  Donna para contar como Donna (Meryl Streep) chegou à ilha grega de Kalokairi e se envolveu com os três pais de Sophie (Amanda Seyfried).

 

Resultado de imagem para kalokairi

 

No primeiro longa, a ilha de Kalokari é na verdade é a ilha grega de Skopelos, no Mar Egeu. E desta vez a ilha de Vis, na Croácia.

 

 

Ilha de Vis, na Croácia, virou Kalokairi em Mamma Mia: Lá vamos nós de novo!

 

O filme Mamma Mia coloca em questão outras diferentes sugestões de destinos para viajantes que tenham os anseios e as mesmas necessidade de explorar o mundo da jovem Donna.

Fotos: Universal Pictures/Divulgação / Estadão Conteúdo

Imagine fazer uma passeio turístico pela cidade medieval de Braunschweig, Alemanha, e se deparar um um edifício completamente colorido? Apesar de toda a polêmica, a Happy Rizzi House fica no tradicional bairro de Magni e parece ter saído de um desenho animado.

 

 

A casa já faz parte do cenário turístico da cidade, e chama atenção de quem passa por ali. O prédio hoje não abriga nenhum morador mas, já foi utilizado como escritório. A ideia é tornar o espaço em um museu ou restaurante.

 

 

 

Se estiver de passagem pelo local, não deixe de fazer muitas fotos do local 😉

 

 

cadastre-se e receba a nossa newsletter

* = campo obrigatório

Quer viajar conosco?

Entre em contato

Rio de Janeiro
Avenida Nossa Senhora de Copacabana 330
Salas 607 e 608 - Copacabana
Tel: +55 21 3442-3240