Pras novas gerações, Berlin tem se tornado um ícone por sua vida noturna agitada. Com dezenas de opções de bares e casas noturnas, a capital da Alemanha é também o berço de aclamados Djs e um prato cheio pra os que curtem a vida underground e as batidas de música eletrônica nas suas mais variadas vertentes!

 

Mas não é só de tun-ti-tun-ti que vive a cidade. Berlin é também uma aula de história a céu aberto! Basta uma caminhada pelo centro da capital alemã que as informações começam a pipocar diante de seus olhos. Por todo lado, placas, monumentos, fotografias, informativos e homenagens contam a biografia da cidade que foi palco, junto com algumas outras cidades alemães, de alguns dos eventos mais marcantes da história da humanidade – o Holocausto.

 

 

 

E os alemães não se poupam no que diz respeito à essa exposição do passado – está tudo ali, narrado, registrado, descrito pelas ruas da cidade, como uma forma de reconhecer os erros cometidos e mostrar que não se orgulham deste capítulo trágico de sua trajetória. E que devem, portanto, prestar sua homenagem aos que, de alguma forma, vivenciaram este período da história. Instrutivo e muito emocionante. Uma lição pra todas as gerações!

 

 

 

 

 

Para os que querem entender um pouco mais sobre a história de Berlin, vale a pena visitar:

 

Checkpoint CharlieAntigo posto militar entre as “finadas” Alemanha Ocidental e Oriental no período da Guerra Fria. Você encontrará informativos, fotografias e o conhecido Cafe Adler, um ponto de observação dos oficiais aliados e, hoje, um dos marcos turísticos da cidade.

 

 

Memorial do Holocausto – Um conjunto de estruturas de concreto projetado pelo arquiteto Peter Eisenman e pelo engenheiro Buro Happold em homenagem aos judeus vítimas do Holocausto.

 

 

 

O Au Petit Versailles Du Marais é brasserie tradicional de Paris e funciona desde 1860! O atual chefe Christian Vabret já ficou famoso e ganhou muitos prêmios de gastronomia pelos seus concorridos e deliciosos croissants, incluindo o Meilleur Ouvrier de France! E não é por menos, a especialidade do chef é realmente maravilhosa!! Os croissants são delicados, não são massudos e nem gordurosos – desmancham na boca e tem um sabor delicado! Lá você também vai poder provar saladas, bolos e tortinhas divinas!

 

Imagem relacionada

 

Além disso, o lugar é um charme e cheio de estilo – bem parisiense! Os funcionários também são solícitos e bem simpáticos. Super recomendável!

 

Resultado de imagem para Au Petit Versailles Du Marais croissant

 

A Au Petit Versailles Du Marais fica no endereço 1 Rue Tiron  75004, próxima ao metrô Saint Paul.

Hoje vamos passear pelas incríveis, estreitas e históricas ruas de Roma, a capital da Itália, onde tudo é superlativo: o tom de voz dos italianos é alto, as mãos gesticulam a cada palavra e são 3 mil anos de tradição! Além de comer e beber maravilhosamente bem!

 

Os milhares de anos de existência estão presentes em cada um dos milhares museus e palácios de Roma! E uma das características é a largura das ruas, que em sua grande maioria é beeeem estreita. Por isso aqui vai uma dica das mais importantes: se for à Roma, não alugue carro! Além da largura das ruas, o trânsito é tumultuado, é difícil achar estacionamento e algumas ruas são fechadas somente para pedestres. Então o melhor a fazer é andar a pé!

 

 

Pode começar indo ao Coliseu, maior símbolo do Império Romano, um anfiteatro em forma elíptica que foi construído no século I por ordem do Imperador Flávio Vespasiano. O lugar é onde aconteciam os famosos embates – mortais, diga-se de passagem – entre feras e gladiadores. Depois pode aproveitar e visitar o Palatino e o Forum Romano, que é ali do lado. As ruínas do Fórum (onde eram desenvolvidas as atividades políticas, econômicas e religiosas) apareceram no século XVIII quando as escavações começaram. Ali você encontra as abóbodas que restaram da Basílica de Constantino (do séc. IV), os arcos de Tito e Sétimo Severo e a Casa das Vestais, onde viviam as sacerdotisas que vigiavam o Fogo Sagrado do Templo de Vesta. Já o Palatino era a residência de imperadores. Passeio imperdível, mas prepare-se para andar muito! São muitas horas que você vai passar por ali!

 

 

 

Quer saber mais? Espere que semana que vem damos mais algumas informações sobre a cidade antiga de Roma!

 

 

 

O Índice de Percepções da Corrupção é um relatório feito anualmente pela organização alemã Transparência Internacional onde identifica os países onde a corrupção não domina os noticiários. O relatório avalia a reputação dos políticos, a independência do poder judiciário, liberdade de imprensa e a eficiência dos gastos governamentais. Veja agora três países onde esses parâmetros são considerados de alta qualidade pela Transparência Internacional.

 

Dinamarca e Nova Zelândia

Empatados em primeiro lugar no ranking da transparência em 2017, os dois países tem muitos exemplos a seguir. A Dinamarca é considerada um dos países mais felizes do mundo, e reúne reúne cartões-postais como a praça Radhuspladsen, o parque de diversões Tivoli (aberto em 1843) e a Igreja Marmorkirken, do século 18. Já na Nova Zelândia, é um paraíso para quem gosta de belezas naturais, não à toa, a Nova Zelândia emprestou seus cenários grandiosos para os filmes da franquia “Senhor dos Anéis”….

 

Resultado de imagem para nova zelandia

 

Finlândia

Considerado o terceiro país menos corrupto a Finlândia é um país nórdico que fica a Lapônia, terra do Bom Velhinho. Em algumas épocas do ano é possível puxar trenós, se hospedar em hotéis em forma de iglu e admirar as incríveis auroras boreais.

 

Resultado de imagem para finlandia

cadastre-se e receba a nossa newsletter

* = campo obrigatório

Quer viajar conosco?

Entre em contato

Rio de Janeiro
Avenida Nossa Senhora de Copacabana 330
Salas 607 e 608 - Copacabana
Tel: +55 21 3442-3240